Mais de 40 indígenas estão infectados com o novo coronavírus e cinco mortes já foram registradas.

Exército mantém Hospital de Campanha em aldeia Xikrin, no Pará O Exército começou a montar uma unidade de atendimento para casos suspeitos da Covid-19 na aldeia Xikrin do Cateté, onde vivem cerca de 800 indígenas. O trabalho está sendo feito em parceria com a Associação Indígena Porekrô, que presta assistência às quatro aldeias da reserva Xikrin.

Segundo a associação, mais de 40 indígenas estão infectados com o novo coronavírus e cinco mortes já foram registradas.

Um dos óbitos foi do cacique Bep-Karoti, que faleceu no último sábado. Equipamentos de Proteção Individual, como máscaras, luvas, álcool em gel já foram enviados ao local para serem distribuídos em quatro aldeias. A Fundação Nacional do Índio (Funai), Secretaria Especial de Saúde Indígena e Governo do Estado também fazer parte da ação.